Salvador

Todas as dicas de viagem de Salvador

Conheça todas as principais dicas para ajudá-lo a organizar sua viagem a Salvador da Bahia. São dicas sobre hospedagem, passagens aéreas, seguro viagem, passeios, compras, pontos turísticos, vida noturna e tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem:

Bairro da Pituba em Salvador

E se você está planejando viajar para a capital baiana, não deixe de ver também a nossa matéria de como economizar muito na viagem a Salvador e Bahia, com todas as dicas para gastar menos em tudo o que for fazer por lá, e aproveitar mais!

1. Dicas de quando viajar para Salvador

Salvador tem um clima agradável para ser visitada em qualquer estação. Nunca está realmente muito frio por lá, e a temperatura não varia muito ao longo do ano! O que você deverá prestar mais atenção é na época de chuva, no meio do ano, que costuma ser mais nubladas e pode atrapalhar algum passeio.

Nós recomendamos que, se puder, viaje na época da seca (que vai da segunda quinzena de agosto até a segunda dezena de março), que é mais quente. Nela, você dificilmente perderá algum dia de viagem por uma chuva ou tempo nublado.

Pôr do sol em Salvador

Quando é alta temporada?

A alta temporada de Salvador ocorre durante o verão, especialmente no Carnaval. De forma geral, a cidade fica cheia nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro (até o fim do Carnaval). Durante esse período, as passagens aéreas e hotéis ficam bem mais caros, e há muito mais turismo na cidade – portanto, os passeios, atrações e pontos turísticos ficam mais cheios.

O mesmo ocorre nos feriados prolongados ao longo do ano, como a Páscoa. Mas, de forma geral, essa época de fim/começo de ano é a pior. Se quiser visitar os pontos turísticos de Salvador de forma mais tranquila e não gastar tanto, tente viajar em meses de média e baixa temporada (fugindo dos feriados, é claro!), que são as que falaremos abaixo.

Eventos e feriados da alta temporada:

  • 01/01: Ano Novo (feriado)
  • Janeiro: todos os anos ocorre a lavagem das escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim, ou simplesmente “Lavagem do Bonfim”, na quinta-feira após o primeiro domingo pós-Dia de Reis (6 de janeiro). É um evento super importante para a cidade.
  • Fevereiro:
    – Carnaval (data móvel)
    – 02/02: Dia de Iemanjá. Ocorre uma grande festa por toda a cidade, e especialmente nas praias de Salvador, mas não é feriado (embora atraia muitos turistas)
  • 25/12: Natal (feriado)

Carnaval em Salvador

Quando é baixa temporada?

Por se tratar de uma cidade turística e do nordeste, onde sempre é quente, dificilmente Salvador estará completamente vazia em algum mês. O seu período de baixa temporada ocorre no inverno (fim de junho até o fim de setembro), enquanto o de média temporada acontece no outono e primavera (de meados de março até o fim de junho/do fim de setembro até meados de novembro).

Nessas estações, as temperaturas continuam agradáveis para passear, mas há menos gente na cidade (com exceção dos feriados). Como já dissemos, é um bom período para viajar, mas fique atento às chuvas, que costumam aparecer especialmente entre abril e junho.

Eventos e feriados que acontecem nessas épocas:

  • Março/Abril: Sexta-feira Santa (feriado com data móvel)
  • 21/04: Dia de Tiradentes (feriado)
  • 01/05: Dia do Trabalho (feriado)
  • Junho:
    – São João (feriado com data móvel); são vários dias em que as ruas são enfeitadas para receber barracas de comidas típicas, quadrilha e muitos shows de forró.
    – Corpus Christi (feriado com data móvel; ocorre na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade)
  • 02/07: Independência da Bahia (feriado estadual)
  • 07/09: Independência do Brasil (feriado)
  • 12/10: Nossa Senhora Aparecida (feriado)
  • 02/11: Dia de Finados (feriado)
  • 15/11: Proclamação da República (feriado)
  • 08/12: Dia de Nossa Senhora da Conceição (feriado)

Baiana na Igreja do Bonfim em Salvador

2. Dicas para encontrar passagens aéreas mais em conta para Salvador

A passagem é, de fato, o item mais caro da viagem, mas é possível economixar vários reais seguindo algumas dicas. A primeira grande dica é acessar algum comparador de passagens aéreas, que faz uma busca em todas as companhias aéreas para a Bahia. Ele poupa você de ter que entrar no site de cada companhia e já mostra todas as opções disponíveis.

Nós sempre usamos esse comparador de passagens aéreas, pois de todos é o que sempre tem os melhores preços e é um dos mais seguros e conhecidos do Brasil. Clique nele e siga as dicas abaixo que você vai economizar muito na compra das passagens. Só de utilizá-lo, você já vai conseguir achar os melhores preços e as melhores opções de passagens.

Viagem - Salvador

A principal dica é pesquisar sempre nos meses de baixa temporada. Em Salvador, os meses de dezembro, janeiro e fevereiro são os mais caros.

Outra dica é pesquisar a data do voo sempre caindo numa segunda, terça ou quarta-feira. Os voos de quinta, sexta e principalmente os de sábado e domingo costumam ser mais caros. Geralmente, as passagens aéreas noturnas são as mais caras e os voos à tarde são mais baratos.

3. Dicas para a hospedagem em Salvador: como escolher onde ficar

De antemão, é bom saber que as melhores regiões para se hospedar em Salvador são:

  • Ondina/Rio Vermelho: ficam um ao lado do outro e se integram pela paisagem. O Rio Vermelho é um bairro super boêmio, que mistura o melhor de Salvador, e tem uma enorme variedade de hotéis. Lá você encontrará muitos bares e restaurantes famosos, a casa-museu de Jorge Amado, praias muito frequentadas e até o Aracajé da Dinha e o Acarajé da Cira, os dois mais famosos para quem procura comer essa iguaria baiana. A Ondina é praticamente uma extensão do bairro, e onde você encontrará boutiques de luxo e hotéis diferenciados, porém mais casas e apartamentos também.
  • Centro Histórico: nele você encontrará o Pelourinho e o acesso para a Cidade Baixa de Salvador, onde fica o Mercado Modelo e de onde saem barcos para as ilhas próximas. Se hospedar no centro é respira cultura 24 horas por dia.
  • Barra: perto de vários pontos turísticos importantes, como o Farol da Barra e a Praia da Barra. É uma região moderna, normalmente mais cheia e relativamente próxima ao centro histórico, mas com clima ainda mais praiano.

Mapa das regiões de Salvador

– Encontre o hotel que quiser por mais barato!

Uma ótima dica para achar ótimos hotéis com preços incríveis, na região que você quer e economizar muito na hospedagem é usar esse Pesquisador de Hotéis em Salvador. Nós sempre usamos, pois é o maior site de reservas de hotéis do mundo e por isso é o melhor lugar para reservar com confiança e segurança. Sem falar que ele tem todos os hotéis de Salvador, Bahia e do mundo nas suas pesquisas e preços imbatíveis pela forte negociação que fazem com os hotéis.

Nós sempre fazemos nossas reservas por lá para não ter problemas e sempre economizamos muito, principalmente na região do centro, que é o melhor lugar para ficar e tem ótimas opções boas e baratas nesse site. E tem a opinião de brasileiros que já ficaram nos hotéis, o que ajuda muito na hora de avaliar cada um.

Visão aérea do Rio Vermelho

Uma dica que é excelente é quando fizer a pesquisa, filtrar depois por “Bairro”, onde você pode selecionar as regiões, e também “Avaliações dos hóspedes” e colocar “Muito bom para cima”. Você terá uma pesquisa com os melhores hotéis, nas melhores regiões e com avaliações excelentes dos hóspedes. É a garantia de uma excelente hospedagem pelo melhor preço.

4. Dicas para se locomover em Salvador

Uma vez em Salvador, como andar pela cidade? Com diversos pontos turísticos, restaurantes, bares e museus, é importante saber qual a melhor forma de se locomover para conhecer todos eles, passear com tranquilidade e evitar desconfortos:

– Andar de carro em Salvador

A forma que mais indicamos para andar por Salvador, que é a que nós sempre utilizamos em nossas viagens, é o carro. Alugando um carro, sentimos que conseguimos fazer todos os passeios pela cidade e ir para as regiões mais afastadas (onde estão as melhores praias) com liberdade, além de ir e voltar para o aeroporto pagando MUITO menos.

O aluguel de carro em Salvador e no nordeste, de forma geral, é muito mais barato do que as pessoas imaginam. Como o transporte público da cidade não atende aos principais pontos, dentre outras questões, você acaba ficando refém dos táxis – e, se for fazer as contas dos gastos com esse transporte, o carro acaba sendo o meio que mais vale a pena.

Carro no litoral

Se você quiser alugar um carro, recomendamos que o faça com a maior antecedência possível, para pagar um valor menor, e utilize um comparador de preços, que faz um levantamento em todas as principais locadoras de carro, e encontram todos os modelos e preços disponíveis do mercado. Nós costumamos usar dois comparadores que são os melhores:

  1. Comparador de aluguel de carros brasileiro: Maior comparador do Brasil, parcela em até 12 vezes, não tem IOF e o pagamento é feito em reais.
  2. Comparador de aluguel de carros internacional: Maior comparador do mundo, tem mais empresas na sua busca, encontra preços imbatíveis e promoções incríveis.

– Andar de táxi/uber em Salvador

Como já dissemos, também é possível andar em Salvador de táxi, ou ainda de uber. Há pontos de táxi em várias regiões mais turísticas da cidade, e também dá para reservar um com as agências que tem guichês dentro do aeroporto. Já os ubers costumam atender todas as regiões turísticas da cidade.

Táxi em Salvador

Os táxis rodam com taxímetro, e você gastará R$ 80 para ir e R$ 80 para voltar do aeroporto ao centro, que já é mais ou menos o valor de metade do aluguel de carro. E se você somar esse valor com o do translado para a Praia do Forte, por exemplo, já acaba até ultrapassando o valor do aluguel do carro, que você pode usar em toda a viagem, para ir a outras praias e pontos turísticos.

– Andar de transporte público em Salvador

Deixamos essa opção de como andar em Salvador no final porque, de fato, não recomendamos muito ela. A razão principal é porque o transporte público de Salvador ainda está em seus estágios iniciais, com um metrô que foi implantado há poucos anos e que não atende grande parte da cidade – e muito provavelmente as áreas para onde você vai. A linha de ônibus, por sua vez, costuma estar sempre cheia, sem ar condicionado, e com pouco conforto para você levar malas (sem falar na segurança).

Interior do metrô em Salvador

5. Dica de como ir para as ilhas em Salvador

– Com catamarã ou lancha rápida

O meio de transporte mais procurado e usado para chegar às ilhas de Salvador, como Itaparica, Ilha dos Frades e até Morro de São Paulo, é o catamarã. Seja pelo custo-benefício ou pela experiência de viajar pelo mar da Bahia, o catamarã também é nossa opção favorita e a que sempre escolhemos. Existem algumas empresas que fazem esse passeio, e a que nós acabamos escolhendo foi uma que tem o catamarã próprio. Nós a indicamos muito, pois trata-se de uma agencia muito boa, que é credenciada e segura. É a mesma agência que faz os passeios para Praia do Forte e todos os principais pontos turísticos de Salvador.

Transfer de catamarã de Morro de São Paulo para Salvador

Se quiser, é só entrar aqui e conferir os preços, informações e até avaliações de quem já fez os passeios da empresa.  Eles oferecem um atendimento super prestativo, humanizado e confiável. Gostamos também porque dá para comprar todos os passeios da viagem em um só lugar (o que é muito mais fácil e seguro), porque eles têm todos! A comodidade e segurança são garantidas.

– Com voo de táxi aéreo

Essa é uma maneira interessante para chegar até as ilhas, a partir de Salvador, já que é a mais rápida e oferece a experiência de sobrevoo pela cidade. O problema é mesmo o custo alto, que muitas vezes não compensa os benefícios desta forma de viajar, dentre as outras.

Transfer aéreo de Salvador para Morro de São Paulo

– Com transfer semi-terrestre (barco e carro)

Não é possível chegar às ilhas só via terra, mas dá para fazer uma boa parte do percurso desta forma, inclusive quando falamos de destinos como Morro de São Paulo. Apesar de não ser a opção mais rápida, pode ser uma boa indicação para quem tem muito enjoo em viagens de catamarã e não quer gastar muito dinheiro.

A empresa que indicamos acima, para o catamarã, também faz a viagem de transfer semi-terrestre, com o mesmo atendimento impecável. Para saber mais, é só entrar aqui e conferir os preços, informações e até avaliações de quem já fez os passeios da empresa.

Transfer de Salvador para Morro de São Paulo

Sempre compramos nossos passeios antes, com uma empresa oficial. Para Salvador, em especial, indicamos uma empresa que oferece um atendimento super prestativo e humanizado. Foi o lugar que achamos mais barato e que mais nos passou confiança.

Se quiser, é só entrar aqui e conferir os preços, informações e até avaliações de quem já fez os passeios da empresa. É bem fácil, e nós realmente recomendamos, especialmente os tours que existem para a Praia do Forte, Morro de São Paulo e pelo centro histórico.

6. Dicas do que conhecer em Salvador

Salvador tem MUITOS pontos turísticos, mas citamos aqui aqueles que, na nossa opinião, não podem ficar de fora de nenhum roteiro:

  • Relaxar em praias incríveis – como a do Porto da Barra, Piatã e Flamengo, nossas favoritas!
  • Explorar a região da Barra (Porto da Barra, Farol da Barra, Museu Náutico e Baía de Todos os Santos)
  • Ir ao Elevador Lacerda
  • Conhecer o Mercado Modelo
  • Passear pelo Pelourinho (incluindo a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, a grande cruz no centro do Pelourinho e os restaurantes/sorveterias/bares com sabores exóticos!)
  • Ir até a Basílica do Senhor do Bonfim
  • Visitar o Museu Afro-Brasileiro
  • Fazer um bate e volta para Praia do Forte
  • Conhecer a Casa do Rio Vermelho de Jorge Amado
  • Tomar um sorvete na sorveteria da Ribeira
  • Ver o Dique do Tororó
  • Fazer um passeio de barco para as ilhas próximas (Boipeba, Barra Grande e Morro de São Paulo!)
  • Se encantar com a Lagoa de Abaeté

Farol da Barra em Salvador, na Bahia

7. Dicas de ingressos para passeios em Salvador

Para evitar dores de cabeça e fazer tudo bem planejado, nós nunca indicamos que você deixe para comprar seus ingressos para atrações e passeios de última hora. Você corre o risco de pagar mais caro e, pior, dos ingressos estarem esgotados. Como a cidade é super turística, não é difícil que eles se esgotem meses antes!

Pesquisando sobre o assunto, encontramos um site para a venda de ingressos da Bahia super confiável e que vende ingressos para Salvador de uma maneira fácil e intuitiva! Se quiser conferir, veja por si mesmo esse site de ingressos e tire todas as suas dúvidas!

Pelourinho de Salvador

8. Dicas do que fazer à noite em Salvador

Alguns bairros de Salvador ficam ainda mais movimentados quando o sol de põe. Os baianos adoram curtir a noite em bares, restaurantes e baladas, e por isso há várias opções para aproveitar o final do dia:

  • Comer nas barracas de acarajé mais famosas da noite de Salvador, como a barraca da Cira e o Acarajé da Dinha.
  • Curtir os melhores bares da cidade: há locais desde os mais simples até os mais requintados, todos com cervejas (das artesanais aos rótulos populares) e drinks tradicionais da região. O Boteco do França por exemplo, que já foi premiado mais de uma vez, tem clima de praia e vista para o mar, servindo petiscos típicos para acompanhar as bebidas.
  • Dançar a noite toda em uma balada: há opções para todos os gostos e todos os públicos. A balada SAN, por exemplo, toca de música eletrônica a axé em um ambiente elegante e muito frequentado pelo público LGBT. Já a Zen Salvador vai da MPB ao sertanejo, axé, forró, samba e pagode, em um ambiente mais simples e com estrutura de show.
  • Jantar nos melhores restaurantes de Salvador: A culinária regional é riquíssima, e a oferta de locais para comer é grande. Alguns dos restaurantes que mais gostamos são o Cuco Bistrô, que fica no Pelourinho, e serve pratos variados, indo de massas a peixes preparados de forma inusitada.

Noite no Pelourinho em Salvador

9. Dicas de compras em Salvador

Evite locais muito turísticos: Nem todo mundo gosta de fazer compras durante a viagem, mas como Salvador tem muitos itens específicos da cultura baiana, pode ser interessante procurá-los. De forma geral, para economizar, evite comprar em locais muito turísticos, como na vila de Praia do Forte ou no Mercado Modelo. Se o fizer, tente sempre pechinchar, pois estes são locais que cobram o “preço turista”.

Feira de São Joaquim: para quem quer comprar instrumentos, alimentos/frutos e artigos religiosos, uma alternativa é comprar na Feira de São Joaquim, na cidade baixa, que é uma experiência à parte. O local não é dos mais bonitos, mas retrata muito a cultura local e tem bons preços. Só vá com a mente aberta! E, claro, esteja atento aos seus pertences.

Barroquinha: outro achado em Salvador é a Ladeira da Barroquinha, ou “Rua do Couro”, onde você encontra sapatos, bolsas, mochilas e vários outros produtos em couro a preços BEM em conta. Vale mesmo a pena. Na região, também se vende muitos produtos para quem faz artesanato.

Barroquinha, Salvador

10. Dicas para economizar nos restaurantes em Salvador

Salvador tem restaurantes e lanchonetes para todos os bolsos, desde os mais simples com comida a quilo, até restaurantes conceituados, mais luxuosos, com ambiente e pratos refinados. Em ambos os locais você consegue provar a comida típica local, que costuma ser sempre bem servida de frutos do mar, como camarões, peixes e carangueijos.

Restaurante português em Salvador

E não deixe de experimentar iguarias baianas, como o pão delícia, acarajé com vatapá, bolinho do estudante, moqueca baiana, bobó de camarão, abará e a cocada! Para isso, se quiser economizar, evite os locais muito tradicionais (aqueles que já tem nomes marcados na boca da população), e prefira barracas menos movimentadas – mas, claro, com bom aspecto. Dá para comer essas iguarias em barracas de praia, ou mesmo pedir a dica para o recepcionista do hotel de “onde comer um acarajé bom e barato”. Com certeza ele terá uma dezena de indicações para te dar!

Bolinhos de acarajé

Outra dica para economizar na alimentação é tomar um café da manhã reforçado e fazer lanches ao longo do dia. Como muita gente gosta de passar parte do dia na praia, dá para fazer isso muito bem, comendo queijo coalho, milho, acarajé, açaí etc. À noite, se ainda sentir fome, dá para fazer uma refeição maior em um dos restaurantes a quilo. Você ainda pode comprar lanches no mercado e levar para a praia, ou comer no quarto do hotel – principalmente se for um apart-hotel.

Veja mais matérias imperdíveis de Salvador:

O que fazer em Salvador: dicas dos melhores passeios para fazer na capital
Quanto custa viajar para Salvador: todos os gastos para você calcular sua viagem
Onde ficar em Salvador: os melhores bairros e regiões para se hospedar na cidade

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *